Escultura

Ficha Técnica

  • Tema: Leão (Temática Profana, Representação Animal)| Jacente de dama (Temática Profana, Representação Social, Nobreza, Figura Feminina)| Decoração Heráldica (Temática Profana)| Cão (Temática Profana, Representação Animal)
  • Título: Túmulo com jacente de Dona Margarida de Albernaz
  • Artista: desconhecido
  • Localização geográfica: Lisboa; Lisboa: Sé de Lisboa. Claustro. Capela da Misericórdia.
  • Proveniência:
  • Datação: Século XIV (segundo quartel)
  • Localização no túmulo: vista geral
  • Dimensão: 211X80X65 cm
  • Material: Calcário de liós
  • Estado de conservação: Bom
  • Descrição: Sarcófago exento. Arca paralelepipédica, com decoração no quatro faciais, assente sobre quatro leões e com jacente sobre a tampa. Decoração da arca: brasão da tumulada, repetido nas quatro faces, num total de oito (três em cada facial maior; um em cada topo), sobre fundo liso. Jacente de Dona Margarida de Albernaz (falecida após 1327), segunda mulher de Dom Nuno Fernandes Cogominho, almirante-mor do no tempo de Dom Dinis, almotacé-mor de Dom Afonso IV e chanceler-mor de Dom Pedro I. O jacente, deitado de costas, veste túnica ornada por um renque de botões, sob manto seguro no peito por grande firmal com escudete liso; um colar de grossas contas desce até ao ventre; a cabeça, protegida por véu soqueixado, repousa sobre duas largas almofadas; as mãos seguram um livro aberto, assente sobre o ventre; os pés apoiam-se num cão, deitado sobre as quatro patas (as dianteiras cruzadas) e com guiseira no pescoço.
  • Heráldica: Armas de Cogominhos: “Cinco chaves postas em pala e colocadas em aspa, com os palhetões para cima, virados à destra, providas de pequenas argolas de pega” (Luís Gonzaga de Lencastre e Távora, A Heráldica Medieval na Sé de Lisboa, Lisboa, Ramos Afonso e Moita, 1984, p. 36); Armas de Albernazes: “Quatro candelabros de sete lumes ou arbustos muito esquemática e geometricamente estilizados” (Luís Gonzaga de Lencastre e Távora, A Heráldica Medieval na Sé de Lisboa, Lisboa, Ramos Afonso e Moita, 1984, p. 36)
  • Inscrição: não se aplica
  • Documentação anexa: não se aplica
  • Bibliografia: DIAS, Pedro, “A escultura gótica. Primeiras manifestações”, História da Arte em Portugal, vol. IV, Lisboa, Alfa, 1986, p. 124; FERNANDES, Carla Varela, Memórias de Pedra. Escultura Tumular Medieval da Sé de Lisboa, Lisboa, IPPAR, 2001, pp. 82-87; SOUSA, J. M. Cordeiro de, “Os ‘Jacentes’ da Sé de Lisboa e a sua indumentária”, Sepª de Revista Municipal, nº 48, Lisboa, 1951; SUMAVIELLE, Elísio, Sé de Lisboa, Lisboa, Edições Teorema, 1986; SILVA, José Custódio Vieira da, “Memória e Imagem. Reflexões sobre Escultura Tumular Portuguesa (séculos XIII e XIV)”, Revista de História da Arte, nº1, Lisboa, Instituto de História da Arte - Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, 2005, pp. 47-81; TÁVORA, Luís Gonzaga de Lencastre e, A Heráldica Medieval na Sé de Lisboa, Lisboa, Ramos Afonso e Moita, 1984
  • Autor da foto: José Custódio Vieira da Silva
  • Data da foto: 2006-05-18
  • Data da ficha: 2006-06-01
  • Catalogadores: Joana Ramôa; José Custódio V. Silva

A sua pesquisa retornou 0 resultados